Paula Delai orienta como driblar a Covid-19 durante a Copa do Mundo

A Copa do Mundo é o evento esportivo mais assistido e prestigiado em todo o mundo, que envolve muita confraternização das torcidas, podendo gerar aglomeração e comemoração sem máscara. A Dra. Paula Fernanda Delai chama atenção para um cenário mais dinâmico nos dias de hoje, com subvariantes da Ômicrom (SARS CoV-2) e a coexistência de outros vírus respiratórios simultâneos, como da bronquiolite (vírus sincicial respiratório) e gripe (influenza) “ A Copa do Mundo e proximidade do final de ano é mais um motivo para redobrarmos os cuidados de etiqueta respiratória e atualizar o reforço vacinal. Os vírus da Covid-19 tem grande poder de mutação, se adaptando a novos ambientes e adquirindo maior transmissibilidade. As vacinas continuam mantendo a efetividade contra a doença na forma grave e óbitos. É de suma importância o uso de máscaras, que voltou a ser obrigatório no transporte público e tem forte recomendação em outros ambientes fechados (salão de beleza, escolas, restaurantes, igrejas, cinema, teatro). Reitero a necessidade do uso obrigatório de máscaras em Unidades de Saúde, incluindo farmácias, onde há maior probabilidade de pessoas sintomáticas procurarem testagem e medicamentos sintomáticos para quadros gripais.

Durante o Mundial, a Fifa não estabeleceu checagens de rotina nos jogadores e comissão técnica das seleções. O Qatar, país-sede da competição retirou todas as exigências em relação ao coronavírus semanas antes do início da disputa: não são necessários comprovantes de vacinação, uso de máscaras ou testes negativos. Para a Dra. Paula Fernanda Delai, “a realidade atual da Covid-19 tem um viés liberal no Qatar. Em função da imunidade adquirida por infecção prévia e vacinação, a população alcançou um status de proteção que a tendência de gravidade não acompanha o aumento casos novos da Covid-19”.

Enquanto isso, para que o Brasil não enfrente um final de ano mais dramático, a médica afirma que é necessário ter muita atenção durante as reuniões para assistir aos jogos da Copa. “Se estiver em locais de aglomeração ou ambientes mal ventilados, é importante o distanciamento social, fazer uso de máscara facial, manter o ambiente bem arejado, fazer higienização das mãos. Evitar o compartilhamento de objetos de uso pessoal. A chave para conter a propagação da Covid-19 é o somatório de atitudes que envolvem cautela, em especial nos grupos mais vulneráveis. Lembrar que as vacinas salvam vidas mas não impedem completamente a transmissão. É necessário ações de prevenção como medida de saúde coletiva.”alerta Paula Delai.

Últimas

Mercado opera instável em compasso da apuração nos EUA; dólar recua para R$ 5,65

O mercado financeiro opera de forma volátil nesta quinta-feira, 4, no compasso da apuração das urnas nos Estados Unidos. O dólar abriu instável, e...

Frederico Sanchez Resende: Pandemia trouxe grandes desafios para empresas de logística

Não somente a vida das pessoas está sendo impactada pela pandemia do novo Coronavírus. Os setores da economia, incluindo o segmento de logística e...

Taxas de títulos do Tesouro Direto recuam nesta quinta-feira

SÃO PAULO – Os prêmios pagos pelos títulos públicos negociados via Tesouro Direto apresentavam queda na tarde desta quinta-feira (5), em mais um dia...

Lígia Abravanel fala sobre estado do irmão após saída do BBB: “Tá bem”

Lígia Abravanel, irmã de Tiago Abravanel, utilizou as redes sociais para tranquilizar os fãs do cantor após o mesmo apertar o botão de desistência...

Manifestantes protestam na frente da REFAP, em Canoas

Um grupo de manifestantes se reúne na manhã desta sexta-feira (25) em frente a Refinaria Alberto Pasqualini (REFAP) em Canoas. Eles protestam...