Ana Maria se despede de Tom Veiga: Filho amado que esteve ao meu lado nos últimos 25 anos

A apresentadora Ana Maria Braga se emocionou ao falar do amigo, o ator Tom Veiga, que morreu no último domingo (1º) vítima de um AVC hemorrágico. Tom Veiga interpretou por mais de 20 anos o boneco Louro José. Mesmo com a dor da perda, Ana Maria fez questão de apresentar o Mais Você, da TV Globo, nesta manhã. “Nós da família Louro estamos de luto. [Ele era] um filho amado que esteve ao meu lado nos últimos 25 anos. Ele que deu vida a minha ideia. Essa ideia que se transformou em uma realidade. Hoje eu não perco só o Tom, eu estou perdendo um grande amigo. Um menino que a gente nunca discutiu, nunca brigou. E, com ele, foi junto meu filho. Sempre considerei assim: o Louro e o Tom”, disse.

“Eu levantei agora de manhã e pensei como ia conseguir chegar aqui e falar bom dia, porque dói muito. Assim como uma mãe que perde o filho, o companheiro, que você vê nascer. Ele era isso. Por mais que a produção e direção estivessem preocupados, eu não podia deixar de estar aqui. Moída por dentro. E deixar que todos os que amam o Louro sem essa última homenagem. Na sexta, inclusive, depois de um programa muito divertido, a gente disse ‘até segunda’, ‘bom final de semana’. Ele estaria aqui, nessa bancada, agora. Pedi para a bancada ficasse aqui porque ele sempre vai estar no nosso coração” completou.

Ana Maria Braga contou que, no domingo à tarde, Tom Veiga deveria ter embarcado para São Paulo — cidade de onde ele apresentava o Mais Você parte da semana, enquanto não se mudava de forma definitiva. “Ele não embarcou e os amigos mais próximos foram até a casa dele e o encontraram já sem vida. Eu recebi a noticia logo em seguida e, na verdade, eu eu não consegui realizar a ideia, em um telefonema, que eu tinha perdido grande parte da alegria que esse menino me deu nesses anos todos.”

“O Louro era real. O Louro é real. Não só pra mim como pra todo mundo que conhecia. Quando eu falava com o Louro, era o Louro. Nunca enxerguei o Tom no Louro. O Louro era o Louro e o Tom era o Tom. Por mais bizarro que isso possa parecer para algumas pessoas. […] Ele era dado com todo mundo, amigo de todo mundo, impagável. Ele era muto amado por todos nós. Era uma relação sempre de muito afeto e brincadeira. Sempre com o sorriso largo”, disse em lágrimas. A equipe do Mais Você, famosos e jornalistas também deixaram as últimas palavras ao ator — entre eles Fabiana Karla, Isis Valverde, Serginho Groisman, Fernanda Gentil, Antônio Fagundes e Marcelo Adnet.

Ao vivo, a apresentadora conversou com André Marques, que foi quem encontrou Tom Veiga sem vida em casa, e Luciano Huck. No final do programa, foi divulgado que a causa da morte foi um AVC hemorrágico, em decorrência de um aneurisma pré-existente. O personagem Louro José foi criado por Ana Maria Braga em 1996. À época, Tom Veiga era assistente de estúdio do programa “Note e Anote” e chamou a atenção da apresentadora ao brincar com o fantoche. Os dois trabalharam juntos por mais de 20 anos e tinham uma relação muito próxima.

Últimas

Empresário Robson Ouro Preto assume a Diretoria de base do Sete de Setembro

O Sete de Setembro de Garanhuns segue se reforçando após a permanência na Série A1 do Campeonato Pernambucano e a base do clube é...

Trailer de ‘The Crown’ apresenta Diana e mostra conflito entre Thatcher e Elizabeth

A Netflix divulgou na manhã desta quinta-feira, 29, o trailer da quarta temporada de “The Crown“, que chega dia 15 de novembro na plataforma....

Cresce o número das Dark kitchens, cozinhas fantasmas, no pós pandemia

Do lado de fora, o movimento é intenso: os entregadores de aplicativo fazem fila para pegar os pedidos que saem aos montes de dentro...

OAB repudia tratamento recebido por Mariana Ferrer em audiência: ‘Inadmissível’

A Comissão Nacional da Mulher Advogada da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) divulgou nesta quarta-feira, 4, uma nota de repúdio contra o tratamento...

MP abre Investigação sobre fraude em carros blindados

Uma investigação do Ministério Público de São Paulo busca apurar se milhares de pessoas estão em perigo, entre as quais membros do Judiciário e...