Venda de carros usados chega a 1,4 milhão em setembro e supera faturamento de 2019

O empresário Luiz Augusto, atua com compra e venda de carros usados há 30 anos. Ele conta como o período rigorosa da pandemia trouxe prejuízos financeiros ao setor. O empresário conta que a situação começou a melhorar neste segundo semestre e releva que, para sua surpresa, já na primeira quinzena de outubro bateu recorde de vendas, o que representa a recuperação parcial das atividades. “Acredito que quem vá usar o transporte público ou mesmo o transporte de aplicativo fica com essa insegurança. E não existe nada mais seguro que o seu automóvel, você limpou, você higienizou e você sabe onde você está”, opina.

No geral, ao escolher um veículo usado, a preferência dos compradores é por carros de 9 a 12 anos de rodagem, chamados “usados maduros”. Já os considerados “velhinhos”, que circulam há pelo menos 13 anos ou mais, são a segunda opção. Em seguida estão os “usados jovens”, de 4 a 8 anos, e os seminovos, de até 3 anos. Dados da Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores, apontam que até a primeira quinzena de março, a média diária de usados vendidos era de 61 mil veículos. Com a pandemia, já no início de abril, esse número despencou para 10 mil. Mas com a flexibilização da quarentena, pouco a pouco o setor foi se recuperando no Brasil. Em agosto de 2020, o número de vendas no país foi de cerca de 1,2 milhão. No mês seguinte, as vendas cresceram e chegaram a quase 1,4 milhão, número que, também supera, o mesmo período do ano passado, que foi de cerca de 1,2 milhão.

Segundo o presidente da Federação Nacional das Associações dos Revendedores de veículos Automotores, Ilídio dos Santos, o crescimento do setor se deve a diversos fatores, entre eles, a chamada “troca com troco“, que é quando a pessoa, substitui o próprio carro por um veículo mais rodado, para adquirir uma parte em dinheiro. Além disso, ainda segundo o presidente da Fenauto, o momento é propício para a compra de veículos usados. “O momento está muito propício para a compra, primeiro pelos preços que não aumentaram e, hoje, estamos com taxa de juros bem baixa, nunca esteve tão baixa como está agora e as condições de financiamento também estão excelentes”, avalia. Em agosto, os ônibus da cidade de São Paulo perderam mais da metade dos passageiros com a pandemia. De acordo com dados da SPTrans, o número de pessoas transportadas por dia caiu de 3,3 milhões, registrado do novo coronavírus, para um 1,5 milhão em julho.

*Com informações da repórter  Caterina Achutti

Últimas

Após ser acusado de adultério, presidente da Assembleia de Deus renuncia ao cargo

O pastor Gedeão Granjeiro, presidente da Assembleia de Deus Tradicional no Estado do Amazonas, renunciou ao cargo após ter sido acusado por...

Canoas participa de ações da Luta Antimanicomial

Dia 18 de maio é o Dia Nacional da Luta Antimanicomial. Para marcar a data, o município de Canoas realizará na próxima...

Shawn Mendes performa ‘Wonder’ na TV pela primeira vez; confira

Shawn Mendes se apresentou no programa The Tonight Show with Jimmy Fallon na noite de terça-feira, 27. A performance de “Wonder” foi super produzida...

Intérprete de Seu Madruga ganha biografia escrita por um dos filhos

O ator Ramón Valdés, eterno Seu Madruga de Chaves, ganhou uma biografia escrita por Esteban Valdés, um de seus 10 filhos. Valdés faleceu aos 64 anos de...

Semana começa com mais de 750 vagas de emprego em Canoas

Canoas começa a semana com 753 vagas de emprego abertas. Em algumas chances, o salário passa dos R$ 3 mil.