Sem crédito, 46% das micro e pequenas indústrias não sabem como pagar impostos

Com os efeitos da pandemia na economia, 46% das micro e pequenas indústrias não sabem como pagar os impostos, que voltam a ser cobrados neste mês. A preocupação do setor é que o retorno dos tributos, taxas e  contribuições se acumulem com o pagamento de dívidas e parcelas de empréstimos, provocando um impacto negativo na situação financeira das empresas. Devido a pandemia do coronavírus houve a suspensão da cobrança. A medida, que tinha como objetivo dar um alívio no caixa das  companhias, agora gera preocupação. Ao todo, 21% dos empresários ouvidos em um levantamento do Sindicato da  Micro e Pequena Indústria disseram não ter condições de efetuar o pagamento, enquanto outros 25% afirmaram ter a possibilidade de quitar apenas parte das contas relativas a  impostos.

O presidente do Simpi, Joseph Couri enumera os obstáculos  para uma retomada mais robusta. “Metade das empresas não vão conseguir honrar esses compromissos porque o faturamento não voltou, porque o poder aquisitivo diminui e porque o auxílio emergencial não está chegando para quem precisa do dinheiro”, explica. Ao todo, 69% das empresas não tiveram acesso às linhas de crédito e 6% não reabriram, mesmo com a flexibilidade da quarentena. A explicação é que devido a falta de crédito, não tiveram  alternativas a não ser fechar as portas, problema que desarranjou a cadeia produtiva.

*Com informações do repórter Daniel Lian

Últimas

Dólar dispara e fecha a R$ 5,76; Ibovespa cai 4,25%

O clima de incertezas com as eleições nos Estados Unidos e novos decretos de lockdown na Europa fizeram o dólar avançar 1,43% nesta quarta-feira,...

Como reduzir gordura abdominal?

Uma pesquisa realizada pela escola de saúde pública da Universidade de Harvard resolveu estudar esses dois tipos de exercício com foco na composição corporal,...

Rosa Weber homologa delação de Eike Batista

O acordo de colaboração premiada do empresário Eike Batista com a Justiça foi homologado no Supremo Tribunal Federal nesta quarta (4). A validação do...

Fernando Sanchez Resende: “Devemos pensar em como aplicar fontes renováveis de energia na logística”

A demanda global por serviços de transporte cresce rapidamente a cada ano. Estudos preveem que a atividade do tráfego de passageiros e carga, dadas...

Hiperleds: a maior fábrica de luminárias da América Latina

A Hiperleds é uma empresa que já está há dez anos no mercado com mais de oitocentos itens no catálogo. O atendimento está presente...