Sem crédito, 46% das micro e pequenas indústrias não sabem como pagar impostos

Com os efeitos da pandemia na economia, 46% das micro e pequenas indústrias não sabem como pagar os impostos, que voltam a ser cobrados neste mês. A preocupação do setor é que o retorno dos tributos, taxas e  contribuições se acumulem com o pagamento de dívidas e parcelas de empréstimos, provocando um impacto negativo na situação financeira das empresas. Devido a pandemia do coronavírus houve a suspensão da cobrança. A medida, que tinha como objetivo dar um alívio no caixa das  companhias, agora gera preocupação. Ao todo, 21% dos empresários ouvidos em um levantamento do Sindicato da  Micro e Pequena Indústria disseram não ter condições de efetuar o pagamento, enquanto outros 25% afirmaram ter a possibilidade de quitar apenas parte das contas relativas a  impostos.

O presidente do Simpi, Joseph Couri enumera os obstáculos  para uma retomada mais robusta. “Metade das empresas não vão conseguir honrar esses compromissos porque o faturamento não voltou, porque o poder aquisitivo diminui e porque o auxílio emergencial não está chegando para quem precisa do dinheiro”, explica. Ao todo, 69% das empresas não tiveram acesso às linhas de crédito e 6% não reabriram, mesmo com a flexibilidade da quarentena. A explicação é que devido a falta de crédito, não tiveram  alternativas a não ser fechar as portas, problema que desarranjou a cadeia produtiva.

*Com informações do repórter Daniel Lian

Últimas

Legal UX reúne grandes nomes do direito digital do país em feira on-line

Evento vai reunir 48 especialistas em cinco dias de atividades e acesso gratuito Os especialistas vão abordar onze vertentes trabalhadas dentro dos cursos...

O empresário que sempre consegue escapar da prisão

Reportagem publicada em 30 de julho de 2020 revelou o nome de dois alvos da Operação Rip Stop da polícia civil: o do empresário...

Bolsonaro veta nova regra de buscas em escritório de advocacia

Entrou em vigor nesta sexta-feira, 3, a lei 14.365/22 (íntegra abaixo), que faz uma série de alterações no Estatuto da Advocacia (lei 8.906/94). 

Fã invade palco do show de Gusttavo Lima e vira meme na web

Durante uma apresentação em Florianópolis, Santa Cantarina, o cantor Gusttavo Lima foi surpreendido por um fã. O indivíduo em questão invadiu o palco, abraçou, tirou...

95% dos brasileiros acreditam ser possível aliar desenvolvimento e conservação na Amazônia, diz CNI

Uma pesquisa encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) ao Instituto FSB Pesquisa mostra que 95% dos brasileiros acreditam que é possível aliar desenvolvimento...