Paula Delai, destaca curiosidades da participação feminina na 44ª Olimpíada de Xadrez

Para Paula Delai, médica e ex-jogadora, 44ª Olimpíada de Xadrez teve histórias motivadoras

Neste mês de agosto, aconteceu a 44ª edição da Olimpíada de Xadrez, de 28 de julho á 10 de agosto, realizada em Chennai, Índia.

Para a médica e ex-jogadora de xadrez, Paula Fernanda Delai, deve-se salientar a medalha de ouro olímpica pela Seleção Ucraniana feminina de xadrez. “São exemplos de capacidade de superação e resiliência, conviver lado a lado com bombardeios, risco de perda de entes queridos, enfrentar um período de incertezas e recessão econômica, mesmo assim tornaram-se vitoriosas. A força mental e preparo psicológico dessas jogadoras é impressionante”.

Segundo Paula, um dos momentos especiais da competição foi o bronze conquistado pela equipe feminina de xadrez da Índia. “Foi a primeira vez que elas conseguiram uma medalha em uma Olimpíada da modalidade. Além do orgulho de estarem representando o país que sediou o evento, outro detalhe foi a participação de uma das atletas, Harika Dronavalli, que estava grávida de nove meses e poucos dias de dar à luz”, frisou a ex-jogadora.

Um outro aspecto, paralelamente a essa situação: “O curioso é que essa competidora, Harika, só pôde participar depois da autorização do seu obstetra. Com certeza influenciou na liberação que o deslocamento seria interno, entre lugares do mesmo país, já que não implicaria riscos á gestante e nem ao bebê, que poderiam ser causados no estresse de despressurização no voo. Seria possível haver até indução de parto prematuro em uma viagem de avião prolongada. Acho que o universo conspirou a favor dela”, ressalta Paula Delai.

Outra competidora que chamou a atenção dos participantes e do público em geral que acompanhou o evento presencialmente ou pela web foi a palestina Randa Seder, de apenas oito anos. Com 1442 de rating, ela foi a mais jovem participante da Olimpíada.

Para Paula Fernanda Delai, histórias como essas são motivadoras. “É muito significativo quando nos deparamos com histórias assim. Uma criança ter a coragem de enfrentar grandes feras do xadrez é uma lição para muitos. Da mesma forma foi a determinação da Harika, que mesmo a poucos dias de dar à luz não desistiu do seu sonho. Precisamos ter confiança em nós mesmos e encarar os desafios”, conclui a média e ex-jogadora de xadrez.

Últimas

Operação contra pirataria digital bloqueia 252 sites e 65 apps de streaming ilegal

A fase 2 da Operação 404 foi deflagrada na manhã desta quinta-feira (5) e tem como objetivo reprimir crimes praticados contra a propriedade intelectual...

Saiba que vitaminas precisam ser repostas após a cirurgia bariátrica

Pessoas que são submetidas à cirurgia bariátrica passam por modificações importantes no sistema digestivo, o que acaba influenciando a absorção de nutrientes. Isso...

Euro passa a valer menos que 1 dólar pela primeira vez em 20 anos

Em movimento de desvalorização, o euro chegou a valer menos que um dólar pela primeira vez em duas décadas nesta quarta-feira (13/7), depois do...

CVM aplica multas a administradores da Brazal por prática ilegal no mercado financeiro

Spoofing ou manipulação de preços de diversos ativos no mercado de valores mobiliários por meio da colocação de ofertas artificiais no livro de negociação. Devido...

Prefeituras vão receber R$ 3,2 bilhões por “emenda Pix”, diz jornal

O governo vai destinar R$ 3,2 bilhões para prefeituras a partir de “emendas Pix”, modalidade de repasse em que o envio de recursos...