Lula guarda duas cartas a jogar na mesa para atrair o PSD de Kassab


Se dará certo ou não, é outra conversa. Mas Lula ainda não desistiu de contar ao seu lado no primeiro turno da eleição de outubro com o PSD de Gilberto Kassab, ex-prefeito de São Paulo, cobiçado também por Bolsonaro, embora com menos chances

No acordo feito com o PSB para o governo de Pernambuco, o PT se comprometeu a apoiar a candidatura de Danilo Cabral. Em troca, o candidato do PSB ao Senado seria um nome do PT. Pode não ser. Ali, o PSD tem um forte candidato, André de Paula, deputado.

Em Minas Gerais, o PT apoiará para o governo o ex-prefeito de Belo Horizonte Alexandre Kalil (PSD). Em troca, quer que o candidato ao Senado seja Reginaldo Lopes (PT), deputado. Mas o senador Alexandre Silveira (PSD) é candidato à reeleição.

Se esse for o preço a pagar pelo apoio desde já do PSD a Lula, o PT abrirá mão das candidaturas ao Senado em Pernambuco e em Minas. Em Pernambuco, isso é praticamente certo. Está mais difícil em Minas porque Lopes lidera todas as pesquisas.

Kassab sempre quis um candidato próprio a presidente para evitar que seu partido se dividisse entre Lula e Bolsonaro. No segundo turno, ele achava que seria mais fácil levar a maior banda do PSD para o lado de Lula. Porém, tentou, tentou, e não conseguiu.

Últimas

Fraude no MEC: Cármen cita gravidade do caso e manda PGR se manifestar

A ministra Cármen Lúcia, do STF, citou "gravidade" nas suspeitas de irregularidades do MEC e de interferência do presidente Jair Bolsonaro. Em...

Dólar mantém queda e chega a R$ 5,54 com acirramento da disputa nos EUA

O dólar mantém viés de queda nesta quinta-feira, 5, com a perspectiva de vitória apertada de Joe Biden na corrida pela Presidência dos Estados...

Tragédia de Mariana: O que mudou cinco anos após o rompimento da barragem de Fundão

Cinco de novembro de 2015, quinta-feira, Bento Rodrigues, subdistrito de Mariana, cidade histórica em Minas Gerais, foi invadido por mais de 39 milhões de...

Puxado pela Black Friday, varejo deve crescer até 3% em novembro

A Black Friday deve ser o motor do setor varejista em novembro. Depois de semanas de portas fechadas e vendas fracas, a FecomercioSP prevê...

STF julga ações que podem trazer políticos condenados de volta à cena eleitoral

A contagem regressiva para um dos julgamentos mais esperados do ano termina hoje. As três ações que questionam, no Supremo Tribunal Federal...