Com piora global da saúde mental, OMS pede mais investimentos no setor

Por conta do aumento de problemas de saúde mental no mundo todo durante a pandemia da Covid-19, a Organização Mundial da Saúde (OMS) pediu, em documento publicado nesta quinta (17/6), que todas as nações façam mais investimentos no setor, enfatizando que “o sofrimento é enorme”.

Somente em 2020, as taxas de depressão e ansiedade subiram 25%, em um momento em que os escassos recursos de saúde estavam voltados para o combate do coronavírus.

Se antes da Covid-19, quase 1 bilhão de pessoas viviam com um transtorno mental, segundo relatório da agência da ONU sobre a situação da saúde mental global, a tendência é que esse número tenha sofrido um aumento drástico nos últimos anos.

Apesar do crescimento do interesse pelo assunto, não houve melhora nos investimentos dos países na área. De acordo com o relatório da OMS, apenas 2% dos orçamentos nacionais de saúde e menos de 1% de toda a ajuda internacional são dedicados à saúde mental.

“Todos esses números são muito, muito baixos”, declarou o consultor da Unidade de Saúde Mental da OMS Mark Van Ommeren, em coletiva de imprensa.

Desigualdade e estigmas

O documento ainda aponta que uma em cada oito pessoas no mundo vive com uma doença mental. O Relatório Mundial sobre Saúde Mental indica que essa realidade é agravada em situações de desigualdade no acesso a cuidados. Em países de alta renda, mais de 70% das pessoas com psicoses recebem tratamento, contra 12% em países de baixa renda.

O relatório pede ainda o fim da estigmatização associada à saúde mental. Segundo o documento, uma em cada 20 tentativas de suicídio leva à morte, sendo essa a causa de uma em cada 100 mortes anualmente em todo o mundo.

O diretor-geral da OMS Tedros Adhanom Ghebreyesus afirmou em nota que todos, em algum momento da vida, terão contato com alguém que sofre de problemas mentais.

“Investir em saúde mental é investir em uma vida e em um futuro melhor para todos”, conclui.

Últimas

Transexual tem cabelo raspado e é colocada em cadeia masculina

Em Arapongas, no norte do Paraná, uma mulher transexual foi presa por roubo, encaminhada à cadeira pública, em uma unidade masculina, e...

Prévia da inflação atinge maior resultado para outubro desde 1995

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta segunda-feira, 2, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) do mês...

Rússia se nega a interromper bombardeios para negociar acordo de paz

O governo russo se negou a interromper os bombardeios na Ucrânia para negociar o que seria um acordo de paz no Leste Europeu. Nesta...

Bolsonaro ao STF: “Bota tua toga e fica aí, sem encher o saco”

Em cerimônia no Palácio do Planalto para marcar a saída de nove ministros de Estado que irão disputar as eleições, nesta quinta-feira...

Dólar bate R$ 5,80 em meio ao temor dos investidores com lockdown na Europa e eleições nos EUA

O dólar disparou nesta sexta-feira, 30, e chegou a bater R$ 5,806, em meio às incertezas geradas pela volta de medidas de isolamento social...