Cissa Guimarães relembra morte do filho de 18 anos

Em participação no programa Faustão na Band, a atriz Cissa Guimarães se emocionou ao falar sobre a morte do filho caçula, Rafael Mascarenhas, durante o quadro “Arquivo Pessoal”. O jovem tinha 18 anos quando foi vítima de um atropelamento no Rio de Janeiro, em julho de 2010. “Fausto, você sabe, com todo meu coração aqui. Eu não questiono, eu exerço muito a gratidão. Me desculpa eu humildemente te corrigir. Eu não perdi nada, só ganhei no tempo que me foi dado. Deus me deu 18 anos do maior amor do mundo. Eu não perdi. Perdi o contato físico: ele podia estar aqui hoje, tocando a guitarra dele. Mas ele está. Ele está aqui”, disse, apontando para o telão, que mostrava uma foto de Rafael com sua guitarra.

Na ocasião, a artista também comentou sobre a impunidade dos culpados pelo crime. “Eles ficaram presos por dois dias e saíram. Eu espero que ele tenha aprendido alguma coisa porque meu filho está aí pra ensinar. Eu batalhei tanto, mas é uma impunidade absurda. Eu não vou dizer que tenho pena, mas meu filho está na luz. Vocês estão nas trevas, nessa dimensão, não tem mais vida. O que é mais louco é que essa família, essa mãe desse rapaz que atropelou meu filho, nunca sequer me procurou. Como mãe. Eu encontrei com eles no julgamento, cabeça baixa. Eles saíram do Rio de Janeiro, se esconderam”, afirmou. 

Últimas

Pastora é assassinada por ex-presidiário que ela estava evangelizando

Um crime bárbaro, cometido por um ex-presidiário de 27 anos, chocou o mundo. O homem esfaqueou e ateou fogo em uma pastora...

Hayley explica saída de membros do Paramore: ‘Não toleramos homofobia’

A vocalista do Paramore, Hayley Williams, utilizou as suas redes sociais na noite de quarta-feira, 28, para explicar a saída de alguns membros da...

Bailarinos da Cidade de Deus ganham bolsa para estudar em NY e criam vaquinha para custear viagem

Qual o valor do sonho de estudar balé em Nova York? Para três jovens da Cidade de Deus, no Rio de Janeiro, custa R$...

Morre Ivana Trump, ex-esposa de Donald Trump

A primeira esposa do ex-presidente norte-americano Donald Trump, Ivana Trump, morreu, ontem, aos 73 anos, em Nova York, de causas naturais. O anúncio foi feito...

Ao lado da esposa, Neil Barreto se refere a adultério como “um equívoco”

Um equívoco, essa junção de duas palavras foi a curta frase que Neil usou para se referir por mais de uma vez...