Bolsonaro cai em provocação de Lula e xinga petista de vagabundo

presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a xingar diretamente o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nesta sexta-feira (7). Pelas redes sociais, ele respondeu a uma publicação em que o petista dizia que ele “anda nervoso” e xingando. O mandatário então comenta chamando o petista de “vagabundo”.

“Vamos viajar o Brasil, visitar os estados que vão ter segundo turno. E vamos fazer debates. Vi que o Bolsonaro anda nervoso, anda me xingando. Mas ele precisa saber quem quer ser um chefe de Estado não pode ficar nervoso”, escreveu Lula no Twitter.

Logo ele é comentado por Bolsonaro: “ que um Chefe de Estado não pode fazer é roubar, seu vagabundo!”.

Nesta sexta, o chefe do Executivo perdeu a linha durante uma entrevista coletiva concedida no Palácio da Alvorada.

Em tom exaltado, ele fez ataques ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral e ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes e a Lula.

“Alexandre de Moraes, mostre o valor das movimentações. Tenha caráter e mostre o valor das movimentações. É só tentativa de desgaste, isso é bem claro. A minha esposa não tem escritório de advocacia”, disse o presidente, aos gritos, em entrevista no Palácio da Alvorada.

“Você está ajudando a enterrar o Brasil, por questão pessoal. Não sei qual, mas é pessoal. Para onde vai o Brasil com essa quadrilha do PT voltando ao governo?”, completou Bolsonaro, em referência ao presidente do TSE.

Bolsonaro ainda sugeriu que alguns ministros preferem o candidato petista e disse que Geraldo Alckmin (PSB), vice de Lula, é amigo “íntimo” de Moraes.

“Por que muitos preferem o Lula, alguns do Supremo? Porque vai ser mais orientado, vai ser mandado, vai ter rabo preso e [se houver] vontade de cassar o Lula, se um dia ele chegar, para o Alckmin, amigo íntimo de Alexandre de Moraes, assumir o governo”, disse.

A entrevista durou cerca de 40 minutos e foi filmada por veículos de imprensa. Ele conversou com os jornalistas após se reunir com o apresentador de TV José Luiz Datena.

Depois do ministro do Supremo, o alvo do chefe do Executivo foi Lula, seu opositor no segundo turno. O candidato à reeleição chamou o adversário de “pingunço” e ‘sem responsabilidade’.

“Se você botarem um pinguço para dirigir o Brasil, um cara sem qualquer responsabilidade que tem um rastro de corrupção, um rastro de deboche com a família brasileira, de ataques a padres e a pastores, de ataques às Forças Armadas, de ataques aos policiais, vocês acham que vai dar certo?”, disse.

Últimas

Dólar fecha no maior nível desde 20 de maio

O real teve novo dia de descolamento das principais moedas de países emergentes, com o crescente risco fiscal do Brasil voltando a incomodar os...

Pelé recebe alta hospitalar após estar internado por infecção urinária

O astro Pelé, de 81 anos, recebeu alta do Hospital israelita Albert Einstein no último sábado (26), depois de ser internado por infecção urinária....

Decisão do STF pode abrir rombo de até R$ 100 bilhões no caixa de empresas

Supremo afirma que contribuição previdenciária patronal incide no terço de férias A matéria foi debatida em mandado de segurança impetrado pela Sollo Sul Insumos...

PA revela pressentimento e se preocupa com “tragédia” fora do BBB22

Rodrigo Mussi sofreu um grave acidente na madrugada da última quinta-feira (31/3). Ao apresentar o programa ao vivo, Tadeu Schmidt se mostrou bastante abalado...

Morre Tom Veiga, intérprete do Louro José

Morreu neste domingo, 1º, o ator Tom Veiga, intérprete do Louro José, do programa “Mais Você“, da TV Globo, apresentado por Ana Maria Braga...