Após rejeitar proposta de 4 milhões do PT, pastor sofre perseguição

O pastor Ezequias Silva, líder da Igreja Assembleia de Deus Ministério Belém do Pará, em São Paulo, passou a ser alvo de perseguição após recusar uma proposta de 4 milhões de reais para apoiar o Partido dos Trabalhadores (PT).

A proposta surgiu no início deste mês, e depois que a informação veio à tona, o religioso começou a sofrer retaliações.

A mega catedral que Ezequias está construindo na zona leste de São Paulo, com capacidade para oito mil pessoas, foi embargada nesta sexta-feira (27).

Algumas subprefeituras de São Paulo, que são lideradas pelo PT, estão por trás do embargo à construção da nova sede da denominação.

O pastor Ezequias Silva é conhecido por suas revelações e pelas obras sociais que realiza no estado de São Paulo.

Últimas

CNJ abre processo para apurar conduta de juiz no caso Mariana Ferrer

A Corregedoria Nacional de Justiça vai apurar a conduta do juiz Rudson Marcos, da 3ª Vara Criminal de Florianópolis, que atuou no julgamento do...

Quem atacar a democracia será combatido “com a força da Constituição”, diz Moraes

Vice-presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o ministro Alexandre de Moraes defendeu a Justiça eleitoral brasileira e prometeu que as milícias digitais...

Homem é preso com revólver, crack e cocaína em Canoas

Um homem foi preso no bairro Mato Grande, em Canoas, na noite desta quinta-feira (24). Ele foi capturado por Policias Militares do...

Operação desmantela organização especializada em furto de motos no DF

Uma megaoperação da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) intitulada Cavalo de Aço desmantelou uma organização criminosa composta por cerca de 24 homens que furtavam motos...

“Já está resolvido”, afirma Xuxa sobre briga com Ivete Sangalo

Rumores de uma suposta briga entre Xuxa Meneghel e Ivete Sangalo rolaram por muito tempo na internet, entretanto, nada havia sido confirmado por nenhuma...