Maia recebe anteprojeto para controle de dados de investigações criminais

Juristas entregaram ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia, um anteprojeto de lei que propõe criminalizar a divulgação ilegal de dados pessoais na segurança pública e em investigações com objetivo de prejudicar os donos dos dados. O foco principal da proposta é determinar limites para o acesso a informações digitais por setores de inteligência e de segurança e as formas de uso em investigações e processos criminais.

Segundo o ministro do Superior Tribunal de Justiça, Néfi Cordeiro, é necessária uma legislação sobre o tema. Outro ponto do anteprojeto cria um órgão independente que teria como função garantir a segurança dos dados. Seria uma “unidade especial” vinculada ao CNJ, o Conselho Nacional de Justiça. A justificativa, segundo o texto, é que o CNJ é uma “autoridade autônoma e independente”. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, descartou que o futuro órgão seja vinculado ao Poder Executivo.

A proposta vai tramitar no Congresso, a começar pela Câmara dos Deputados, onde será nomeado um relator. Ainda não foi definido se ela vai ser discutida por um grupo de trabalho ou por uma comissão especial — onde já poderia ser votada após se chegar ao parecer. Rodrigo Maia disse que ela pode ser votada pelo plenário tanto em dezembro, como no início do ano que vem.

*Com informações do repórter Levy Guimarães

Últimas

Brasil registra 24 mil novos casos e 610 mortes causadas pela Covid-19 em 24 horas

Segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde, o Brasil registrou 23.976 novos casos e 610 novas mortes causadas pela Covid-19 nas últimas 24 horas. As...

Bolsonaro anuncia redução de impostos sobre videogames

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou nesta segunda-feira, 26, a redução de 10% do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) sobre videogames e acessórios. A...

Justiça de SP denuncia Laerte Codonho, dono da empresa de refrigerantes Dolly

O empresário é acusado de comando de organização criminosa, lavagem de dinheiro e fraude fiscal estruturada. Segundo a denúncia do MP, dívida da empresa...

Presidente da Aurora Alimentos morre aos 80 anos

Morreu na madrugada deste domingo, 18, o presidente da Aurora Alimentos, Mário Lanznaster. O executivo de 80 anos, que estava à frente da central...

Ministério da Mulher repudia termo ‘estupro culposo’ e diz que acompanha caso Mariana Ferrer

O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos publicou nota na noite desta terça-feira, 3, repudiando o termo “estupro culposo”, que esteve...