Rússia sofre fortes canções nos esportes

A guerra entre Rússia e Ucrânia está transpassando o limite territorial e chega até os esportes. Depois da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) tirar de seu calendário o GP da Rússia, que cancelou seu contrato que iria até 2025, pede para pilotos e equipes russas que corram com bandeira neutra, para continuarem na  competição. Essa determinação também se estendeu para pilotos e equipes bielorrussas, aliados do governo russo. Já o Reino Unido que sedia uma etapa do automobilismo (F1 em Silvertone em julho), não permitirá que pilotos dos dois países, como Nikita Mazepin, piloto da Haas, e Robert Schwartzman (ex-Fórmula 2 e atual piloto de testes da Ferrari), e Alexander Smolya da MP Motorsport disputem o circuito. Mais: a Fifa também baniu a equipe russa das eliminatórias da Copa.

 

 JOÃO ALBERTO

Últimas

Um aplicativo simula os estragos de uma bomba nuclear e seus respectivos efeitos, como radiação, em qualquer região do planeta. De acordo...

Acusado de corrupção no São Paulo não paga dívida de R$ 395 mil, e cassino de Las Vegas vai à Justiça

O Wynn Las Vegas, hotel e cassino norte-americano, passa por novos problemas por inadimplemento de pessoas ligadas ao futebol brasileiro. Após ser obrigado a...

Inflação na Alemanha atinge nível mais alto em quase meio século

A inflação na Alemanha atingiu seu nível mais alto em quase meio século em maio, resultado dos preços da energia e dos alimentos que sobem cada vez mais...

BBB21 é dominado pelo medo do cancelamento na primeira semana

A primeira semana do BBB21 tem uma marca: o medo. Não, a “casa mais vigiada do Brasil” não optou por colocar fantasmas, assombrações e monstros aterrorizantes...

Novos ministérios de Lula

Em sua aula magna na Unicamp, Lula prometeu que, em seu terceiro mandato, vai criar alguns ministérios: entre outros, os da Igualdade Racial, dos...