Ministros que perderem a eleição podem voltar caso Bolsonaro seja reeeleito

O presidente Jair Bolsonaro está confiante que será reeleito. E mandou avisar seus ministros que tentarão algum cargo eletivo, como Tarcísio de Freitas (Infraestrutura), João Roma (Cidadania), Onyx Lorenzoni (Trabalho), Tereza Cristina (Agricultura), Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional), Gilson Machado (Turismo)Marcelo Queiroga (Saúde), Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos), e Walter Braga (Defesa), que se não forem eleitos para o cargo pretendido, poderão ser convocados para seu futuro ministério, caso queiram. Não se sabe se todos os ministros terão este privilégio.

Últimas

Os fundos imobiliários mais recomendados para comprar em novembro

SÃO PAULO – Com as incertezas quanto ao ritmo de crescimento econômico ainda presentes no horizonte e diante de novas restrições ao redor do...

Tesouro Direto: taxas dos títulos públicos recuam nesta quarta-feira

SÃO PAULO – As taxas dos títulos públicos negociados pelo programa Tesouro Direto apresentavam queda na tarde desta quarta-feira (4), com a atenção dos...

Produção industrial avança 2,6% e elimina perdas causadas pela pandemia

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou na manhã desta quarta-feira, 7, os resultados da Pesquisa Industrial Mensal (PIM) referentes a setembro....

Barroso determina prosseguimento do impeachment de Carlos Moisés

Segundo o ministro, a decisão da Justiça estadual ofendeu o entendimento do STF Ao suspender o trâmite do processo, o TJ-SC entendeu que...

Cinco curiosidades sobre a Rússia

O encontro do mundo ocidental e oriental, a política, sua área territorial, a vodka e o frio fazem da Rússia um dos países mais...