Mulher acusa pastor durante o culto: “Tinha 16 anos quando você tirou minha virgindade”

No último domingo (22), na cidade norte-americana de Warsaw, no Estado de Indiana, o reverendo John Lowe II disse que tinha uma confissão para fazer: “Eu cometi adultério”.

O pastor da igreja New Life Christian Church & World Outreach revelou que havia “pecado” em um caso que durou “tempo demais”, ocorrido “20 anos atrás”. Após a confissão, ele anunciou o seu afastamento das funções eclesiásticas.

Ao final da sua fala, Lowe, de 65 anos, foi aplaudido pelos seus seguidores após ter confessado sua infidelidade.

Logo em seguida, uma mulher que não foi identificada foi até o púlpito e afirmou que gostaria de contar sua versão dessa história.

Não ocorreu “20 anos atrás” e sim “27 anos atrás”, disse. Ela também revelou que tinha 16 anos quando tudo aconteceu.

“Tinha 16 anos quando você tirou minha virgindade no chão do seu escritório. Você se lembra disso? Eu sei que sim”, disse.

“Você fez coisas ao meu corpo adolescente que nunca deveriam ter sido feitas”, afirmou a mulher.

Um dos fiéis que estava na igreja no último domingo filmou toda a discussão e compartilhou no Facebook as falas do pastor e da vítima.

Ela contou que a relação durou nove anos e que viveu em “uma prisão de mentiras e vergonha”.

A mulher também revelou que algumas pessoas da congregação sabiam do ocorrido, porém, tinha “medo demais para tomar alguma atitude”.

“Ninguém veio até a mim, ninguém nunca me ajudou, ninguém nunca me deu um aconselhamento”, afirma ela, que descreveu ter enfrentado pensamentos suicidas e se culpado durante anos pelo relacionamento com o pastor casado.

“Essa igreja foi construída em cima de mentiras, mas não mais.”

Após a revelação, a mulher se retirou e parte da igreja ficou dividida. Alguns fiéis cercaram o religioso para fazer uma oração, enquanto outros se retiraram e questionaram o pastor sobre o relato de que iniciou um relacionamento com uma adolescente de 16 anos

A denominação informou que seus líderes confrontaram Lowe após serem informados pela mulher de um “segredo mantido há muito tempo” e que não tinha conhecimento anterior do ocorrido.

“Está em nossas preces e compromissos amar, apoiar, encorajar e ajudá-la em um processo de cura da maneira que pudermos”, diz nota divulgada pela New Life Christian Church & World Outreach (Igreja Cristã Nova Vida & Evangelismo Mundial, em tradução livre).

Segundo TVs locais, o promotor do condado está investigando as revelações.

Últimas

Cabo eleitoral é morta com 15 tiros no Rio de Janeiro

Mais um crime político-eleitoral aconteceu no Rio de Janeiro nesta sexta-feira (30) e novamente na Baixada Fluminense. A cabo eleitoral Renata Castro que fazia...

Netflix Brasil pretende produzir documentário sobre Marília Mendonça

Segundo especulações, um dos grandes planos da Netflix é produzir uma série documental sobre a vida e carreira de Marília Mendonça. Seria um formato de homenagem, contando os 26...

Líder do PCC nas ruas é sequestrado pelo ‘tribunal do crime’ na Bolívia

Número 1 do PCC nas ruas é acusado de mandar executar duas pessoasTuta é foragido da JustiçaEle teria ficado em cativeiro no...

Lula amplia vantagem sobre Bolsonaro no primeiro turno, aponta BTG/FSB

O pré-candidato a presidência Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ampliou a vantagem sobre o presidente Jair Bolsonaro (PL) na disputa pelo...

Avião do presidente do Equador faz pouso de emergência em Washington

O avião presidencial do Equador, com o presidente Lenín Moreno e vários acompanhantes a bordo, fez um pouso de emergência em Washington, onde terminava...