Empresário do DF é acusado de golpe e constrói mansão com o dinheiro

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) cumpriu, nesta segunda-feira (18/7), dois mandados de busca e apreensão em endereços ligados a um empresário do ramo de fabricação de móveis sob medida investigado por usar dados de clientes de forma indevida para firmar contratos financeiros. O homem de 36 anos teria faturado mais de R$ 890 mil desde outubro do ano passado.

O golpe funcionava da seguinte maneira: após celebrar contratos de venda de móveis e o cumprimento regular destes contratos, o autor fazia o uso indevido e não autorizado dos dados pessoais dos clientes já captados e firmava novos acordos de financiamento com uma instituição financeira que também não tinha conhecimento das circunstâncias do destes contratos (financeira pagava os valores dos contratos, em nome dos clientes, para o investigado).

“Após os financiamentos fraudulentos que eram realizados, o investigado chegava a pagar algumas das primeiras parcelas com o intuito de que as vítimas não tomassem conhecimento das cobranças de maneira breve. Todavia, após alguns meses, elas acabaram sendo acionadas pelos serviços de proteção ao crédito”, explicou o delegado à frente do caso, Tiago Carvalho, da 10ª Delegacia de Polícia (Lago Sul).

Vítimas

A polícia identificou, ao menos, 11 vítimas só do DF, que tiveram os dados utilizados de maneira fraudulenta nestes financiamentos. Os prejuízos chegam ao total de R$ 897 mil.Os investigadores constataram que o empresário utilizou os recursos obtidos de maneira ilícita para construir uma casa de alto padrão em um condomínio de Sobradinho. Posteriormente, o imóvel foi vendido.

Nesta segunda-feira, os policiais cumpriram os mandados na casa do homem e na loja de móveis, no Setor de Indústria e Abastecimento (SIA). O homem é investigado por 11 estelionatos e 11 crimes de falsidade ideológica.

Últimas

“Me senti humilhado”, diz jovem vítima de racismo por grupo de amigas

A Polícia Civil do Distrito Federal investiga um vídeo em que um grupo de amigas faz ofensas racistas contra o estudante de...

MP apresenta segunda denúncia contra Jairo Jorge em suposto esquema de fraude em licitações

Acusação aponta que houve sobrepreço de pelo menos R$ 656 mil em dois contratos emergenciais do Samu O Ministério Público do Rio Grande do Sul (MP-RS) apresentou...

Prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho teve celular furtado em evento com Lula em Salvador

A prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho (PT), teve o celular furtado nesta quinta-feira (31), no evento de lançamento da pré-candidatura...

Haters, o exército invisível que dissemina ódio na internet e não poupa ninguém de seus ataques

As redes sociais aproximaram os artistas dos fãs. E dos haters, também. Aquele exército invisível que dissemina ódio na internet, atingindo famosos e anônimos...

Ator de Power Rangers, Austin John, é preso por fraude milionária

O ator Austin St. John, de 47 anos, conhecido mundialmente por interpretar Jason Lee Scott, o primeiro Power Ranger vermelho da franquia, foi preso...