CVM proíbe atuação da Harrison Investimentos que oferecia precatórios federais e curso de trade

VM determina que Harrison Investimentos pare com suas ofertas de valores mobiliários e estipula multa de até R$ 1 mil por dia caso empresa não cumpra determinação

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM), determinou nesta quinta (21) que a empresa de Brasília, Harrison Investimentos, pare com suas atividades.

Assim, de acordo com a autarquia, a empresa deve encerrar sua oferta pública de serviços de intermediação de valores mobiliários sob pena de multa de R$ 1 mil por dia.

A proibição da Harrison foi publicada no Ato Declaratório, 17.867 e também atinge Gabriel Harrison Dias da Rocha e uma Eireli com o mesmo nome do empresário.

“Nem o indivíduo nem a empresa citados detêm autorização desta Comissão de Valores Mobiliários para atuar como intermediário de valores mobiliários ou como agente autônomo de investimentos”, diz a CVM.

Desta forma, por atuar de forma irregular no país a autarquia determinou a suspensão imediata das atividades.

“Aos participantes do mercado de valores mobiliários e ao público em geral que os citados não estão autorizados por esta Autarquia a ofertar serviços de intermediação de valores mobiliários, por conta própria ou como prepostos de instituição integrante do sistema de distribuição de valores mobiliários, e determina a eles a imediata suspensão da veiculação de qualquer oferta pública de serviços de intermediação de valores mobiliários, de forma direta ou indireta, inclusive por meio da utilização de páginas na internet, aplicativos ou redes sociais, alertando que a não observância da presente determinação os sujeitará à imposição de multa cominatória diária, no valor de R$ 1.000,00 (um mil reais)”

Harrison Investimentos

Sediada em Brasília a Harrison Investimentos oferecia, entre outros, cursos de trade e investimentos em precatórios federais.

A empresa afirma em sua página possuir mais de 8 mil clientes.

Por conta de sua atuação e de seus clientes a Harrison Investimentos ganhou notoriedade no mercado nacional e chegou a ser apontada como referência na área de precatórios federais.

Uma matéria da Forbes Brasil, colocava Gabriel Harrison como exemplo de empresário que teria deixado de ser vendedor de pipas para ser empresário referência no mercado nacional.

Até o momento da publicação a Harrison Investimentos não se manifestou sobre proibição da CVM.

CVM e Criptomoedas

A CVM publicou recentemente a Instrução CVM 626 que regulamenta a constituição e o funcionamento do sandbox regulatório.

A empresa afirma em sua página possuir mais de 8 mil clientes.

Por conta de sua atuação e de seus clientes a Harrison Investimentos ganhou notoriedade no mercado nacional e chegou a ser apontada como referência na área de precatórios federais.

Uma matéria da Forbes Brasil, colocava Gabriel Harrison como exemplo de empresário que teria deixado de ser vendedor de pipas para ser empresário referência no mercado nacional.

Até o momento da publicação a Harrison Investimentos não se manifestou sobre proibição da CVM.

Últimas

Guedes admite criar subsídio para o diesel se guerra da Ucrânia se prolongar

O ministro da Economia, Paulo Guedes, admitiu nessa quinta-feira (10) que o governo pode avaliar a criação de um programa de subsídios...

Lígia Abravanel fala sobre estado do irmão após saída do BBB: “Tá bem”

Lígia Abravanel, irmã de Tiago Abravanel, utilizou as redes sociais para tranquilizar os fãs do cantor após o mesmo apertar o botão de desistência...

Questionado sobre preço do arroz, Bolsonaro lança: ‘Vai comprar lá na Venezuela’

Neste domingo (25), o presidente Jair Bolsonaro fez um passeio de moto pelo Distrito Federal acompanhado dos ministros Luiz Eduardo Ramos, da Secretaria do...

Backstreet Boys anunciam três novos shows no Brasil em janeiro de 2023

Eles estão chegando! Os Backstreet Boys anunciaram as datas dos shows no Brasil, que ganhará quatro apresentações. A turnê, intitulada DNA World Tour, desembarca...

Kasia Gallanio, ex-princesa do Qatar, é encontrada morta aos 45 anos

A ex-princesa do Qatar, Kasia Gallanio, foi encontrada morta em casa, na Espanha. Natural de Los Angeles, Kasia estava morando em Marbella, Espanha, enquanto lutava...