‘Se mudarmos nossa visão de mundo, mudamos o que investimos’, diz Adrian Grenier, da DuContra Ventures

A empresária brasileira Barbara Minuzzi, fundadora e CEO da Umana, e o ativista ambiental Adrian Grenier participaram do Silicon Valley Web Confederence, evento online organizado pelo portal SportSe e patrocinado pela Jovem Pan, nesta terça-feira, 27, para falar sobre a empresa que fundaram juntos, a DuContra Ventures que tenta unir investimentos financeiros com impacto social e experiências únicas para os investidores. De acordo com a dupla, os clientes da empresa precisam de ajuda no todo e não somente na parte financeira. “Os empreendedores querem ir contra o status quo, fazer a coisa diferente e precisam de mais ajuda do que uma empresa mais antiga. A gente acredita que não é só fazer investir, mas é estar ali presente. É olhar a saúde, o bem-estar do fundador para garantir que eles tenham as melhores ferramentas para fazer o melhor trabalho possível”, disse Grenier.

Segundo Barbara, o conceito da DuContra é diferente das outras empresas. “O contexto da DuContra é repensar tudo o que sabemos sobre investimentos de risco. Não é só levantar uma rodada de investimentos e depois ver o retorno, vamos repensar a nossa relação com o dinheiro e achar pessoas que compartilham dessa modalidade. A gente não quer só investir num fundador que não receberíamos em casa, acho que é meio novo para a indústria de investimentos e é o que eu mais adoro”, contou. Preocupados com o meio ambiente e impactos sociais do dinheiro, os co-fundadores veem uma chance de mudar o mundo com a atitude.

“Melhores pessoas farão o mundo melhor. A gente não pode esperar que o mundo mude se não mudarmos nós mesmo. Com certeza o futuro estará mais claro e melhor quando todos assumirmos responsabilidade social de como nos apresentamos ao mundo. No fim das contas, o dinheiro é energia e cria impacto porque faz as pessoas agirem. No mundo capitalista, se pudermos mudar a nossa visão de mundo vai mudar naquilo que a gente investe”, explicou Grenier. Entre as áreas que a empresa investe estão as biotecnologia e o alimento limpo, mas o futuro espera mais. “Amamos as metas de desenvolvimento sustentável das Nações Unidas porque eles nos dão um norte de onde devemos focar. Queremos focar mais também nas questões da minoria, consumo sustentável, entre outros”, conclui Bárbara.

O evento sobre inovação, tecnologia e transformação digital acontece até o dia 30 de outubro, das 18h30 às 22h. O Silicon Valley Web Conference surgiu como uma oportunidade de abrir a mente para o novo e mergulhar nas transformações que o mundo, hoje, exige de todos nós. Uma conexão de alto impacto, em um formato que redefinirá a experiência de eventos online e, o melhor: democratizando o acesso à educação para os brasileiros, como uma oportunidade de crescer e aprender com técnicas que podem ser aplicadas na prática. As inscrições ainda podem ser feitas em: www.startse.com/svwc.

Assista a íntegra da conversa com os co-fundadores da DuContra com mediação da comentarista da Jovem Pan, Paula Carvalho:

Últimas

Motorista de Porsche é julgado por morte de advogada em 2011 em SP

Empresário Marcelo Malvio Alves de Lima foi condenado a 6 anos de prisão em regime semiaberto pela morte de Carolina Santos, em 2011; Ele...

Sistema de Comunicação agora em Alagoas

A forma de como se comunicar e potencializar o alcance da notícia, usando a tecnologia e metodologias ágeis focadas em resultados, são pilares fundamentais...

IRB Brasil: Fernando Passos, suposto mentor de fraudes milionárias, venceu prêmio de finanças

O ex-diretor de finanças do IRB Brasil (IRBR3), Fernando Passos, suposto mentor de fraudes milionárias na resseguradora, foi eleito, recentemente, o melhor diretor financeiro...

Portaria com regras para o 5G deve liberar Huawei e prever rede segura exclusiva para o governo

A portaria que estabelecerá as diretrizes do leilão da quinta geração de telefonia móvel, o 5G, não deve prever qualquer vedação à participação da chinesa Huawei na disputa....

Setor de bens e consumo lidera reclamações da Associação Brasileira de Defesa do Consumidor

Envolvendo alimentos, eletrônicos e eletrodomésticos, o setor de bens e consumo lidera o número de reclamações registradas na Associação Brasileira de Defesa do Consumidor...