Ratinho pede que internautas não vejam notícias sobre os ataques na Ucrânia

Carlos Massa, mais conhecido como Ratinho, mais uma vez está tendo o seu nome envolvido em uma polêmica. O apresentador do SBT polemizou ao se manifestar sobre a guerra entre a Ucrânia e a Rússia e chamou o conflito de “bobagem”.

Com o planeta inteiro com os olhos extremamente atentos para a situação dos dois países europeus, o comunicador publicou um vídeo nas redes sociais na última semana e pediu que seus seguidores não acompanhem nada sobre “a guerra que a gente está vendo aí”.

“O que nós estamos vendo aí, essa guerra, Rússia e Ucrânia, são jovens que não se odeiam, não se conhecem, se matando. E velhos que odeiam, se conhecem, mas não se falam”, iniciou Ratinho em vídeo publicado no Instagram.

“O recado que eu queria dar pra você é: ‘Não assista a noticiário de guerra, não vai ajudar nada na sua vida. Esqueça. Tudo o que você vê de guerra, não veja, apague, é bobagem, só vai piorar a sua vida”, aconselhou, alfinetando à intensa cobertura televisiva que a maior parte das emissoras estão fazendo sobre a invasão do país do leste europeu.

Por fim, ele deixou algumas perguntas aos internautas. “Ver guerra pra quê? O que você ganha com isso? O que você vai mudar na sua vida? Se mudar, vai ser para pior’”, questionou.

>> REPERCUSSÃO

Nos comentários da publicação, é possível ver diversas opiniões a respeito das declarações do apresentador. “Concordo com você! Não vai ajudar em nada, precisamos é orar juntos pra tudo isso acabar”, escreveu uma seguidora. “Eu tô pulando tudo quanto é notícia, não assisto nada de jornais em casa, cada vez que vejo sem querer alguma coisa sinto crises de ansiedade. Estou muito triste e preocupada. Pior cenário que poderíamos ver”, destacou outra. “Falou a mais pura verdade. Tem toda razão”, comentou uma terceira.

Entretanto, outros também criticaram a postura do comunicador. “Então vamos fingir que nada acontece até cair em nossas cabeças e a dor for nossa? Triste isso”, disse uma internauta.

“Não é questão de trazer ou não algo de bom, mas, sim, ficarmos de frente com a realidade que o mundo está vivendo. E isso também vai afetar o Brasil e, lógico, que também devemos saber do que está acontecendo para uns orarem pelo outro. Já estava escrito tudo o que ia acontecer, não adianta tentar fugir”, afirmou uma usuária.
“Não se pode fechar os olhos pra isso. Quando pode bons se calam os maus se levantam”, reforçou um terceiro. “Pensar no próprio umbigo é fácil né, o amor ao próximo e a empatia você coloca aonde?”, questionou outra. “Vergonha ouvir isso de você. Sempre me inspirei em você, mas hoje tenho vergonha. Como fingir que não tem guerra, como não olhar os noticiários, como não enxergar o momento que estamos vivendo no mundo”, disparou uma seguidora. (Uai)

 

 MARIANE MAGNO

Últimas

Empresário bolsonarista é alvo de operação por dívida de R$ 9 milhões

O empresário bolsonarista Alessander Lenzi, ex-campeão mundial de jet ski, foi alvo de uma operação da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) nesta...

Sexto filme da franquia de “Pânico” é confirmado

Após o quinto filme da saga “Pânico”, que estreou recentemente nos cinemas, ter sido um absoluto sucesso de bilheteria, a Paramount – um dos...

“Eu Não Vou Voltar”, novo trabalho de Márcia Fellipe

O projeto audiovisual conta com a participação especial de Eric Land

Feirão de Empregos atrai centenas de pessoas a quadra de escola de samba na zona norte de Porto Alegre

Desde as primeiras horas da manhã deste sábado (28), centenas de pessoas haviam se dirigido à quadra da escola de samba Imperatriz Dona...

Musculação para tratar idoso?

Certamente você ouviu de algum conhecido que musculação é coisa de jovem! Hoje sabemos que a SARCOPENIA (processo natural e progressivo de perda de massa...