Merkel: lockdown não vai durar ‘nem um dia a mais do que o necessário’

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, pediu paciência aos alemães, nesta quinta-feira (11) e garantiu que seu governo não irá estender o confinamento nacional – imposto para conter o avanço de novas variantes do coronavírus – para além do necessário.

“Como democracia, temos a tarefa de não manter as restrições em vigor nem um dia a mais do que o necessário”, disse Merkel em um pronunciamento no Parlamento em Berlim.

Merkel justificou a prorrogação do lockdown para o dia 7 de março, anunciada na quarta-feira (10), e disse que a renovação das restrições é necessária para se evitar a chegada de uma nova onda da pandemia de Covid-19.

Essa foi a terceira vez seguida que o país mudou a data final do confinamento.

Com a prorrogação do confinamento, permanecem fechados:

  • Bares
  • Restaurantes
  • Hotéis
  • Academias de ginástica
  • Cinemas
  • Teatros
  • Comércio não essencial

Segundo o plano de reabertura defendido por Merkel, é preciso que o número semanal de infecções caia para 35 a cada 100 mil habitantes para que se avalie a volta das atividades.

Atualmente, essa taxa está em 68 infectados a cada 100 mil habitantes, número bastante inferior aos 200 por 100 mil registrados no fim de dezembro do ano passado.

O governo anunciou também que a prioridade da reabertura estará nas creches e escolas, que poderão voltar a funcionar antes mesmo do prazo determinado.

Salões de beleza também poderão ser reabertos antes deste prazo. A previsão do governo, é que esse tipo de estabelecimento possa voltar a funcionar em 1º de março.

No fim de janeiro, a Alemanha proibiu entrada de viajantes com origem no Brasil para tentar conter a nova variante do coronavírus.

A medida também foi aplicada a pessoas que estiveram recentemente na África do Sul, em Portugal, Reino Unido e Irlanda e, inicialmente, será válida até 17 de fevereiro.

A Alemanha está sob intenso confinamento desde novembro, com uma segunda onda do coronavírus muito pior e mais longa do que a primeira.

O número de casos registrados da doença passa dos 2,3 milhões no país, e as mortes por Covid-19 já são mais de 63,2 mil.

 

Últimas

Bolsonaro prorroga atuação das Forças Armadas na Amazônia Legal

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) assinou um decreto que prorroga a atuação das Forças Armadas na defesa da Amazônia Legal até o dia...

Felipe Heiderich é flagrado na Parada LGBT+

Recém saido do armário e prestes a casar com o maquiador Bruno di Simone, o ex-pastor Felipe Heiderich foi flagrado na Parada do Orgulho...

Empresário bolsonarista é alvo de operação por dívida de R$ 9 milhões

O empresário bolsonarista Alessander Lenzi, ex-campeão mundial de jet ski, foi alvo de uma operação da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) nesta...

Frederico Sanchez Resende diz que Subestação Ipê, em Goiás, beneficiará 84 mil moradores com fornecimento de energia

Dados do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) apontam que o fornecimento de energia elétrica é um problema comum em todo o Brasil,...

Com faca de churrasco, criminoso assalta pedestres que esperavam ônibus em Canoas

Pedestres que estavam esperando ônibus na parada da Avenida Getúlio Vargas, no Centro de Canoas, próximo ao Conjunto Comercial foram assaltados por um...