Líder do PSol move queixa-crime contra vereador que fez fala racista

A vereadora Erika Hilton entrou nesta segunda-feira (9/5) com uma queixa-crime no Ministério Público contra Camilo Cristófaro, acusado de fazer uma fala racista durante uma CPI na Câmara dos Vereadores de São Paulo.

A ação foi encaminhada ao Grupo Especial de Combate aos Crimes Raciais e de Intolerância (Gecradi) do MP de São Paulo. Erika afirma que as manifestações preconceituosas de Cristófaro são reincidentes e pede para que seja aberta uma investigação contra ele pelo crime de racismo.

Cristófaro, que pediu a desfiliação ao PSB, usou a expressão racista “coisa de preto” durante uma conversa privada na CPI dos Aplicativos. Ele participava da reunião de forma remota e teve o áudio do microfone vazado.

O PSol já tinha pedido a cassação do mandato de Cristófaro. Erika Hilton, que será empossada como líder do partido nesta segunda-feira (9/5), é a primeira travesti a ocupar esse posto na Câmara dos Vereadores.

Últimas

Covid-19: saúde notifica morte de jovem de 30 anos no Distrito Federal

Mesmo com a diminuição dos casos positivos para a covid-19 no Distrito Federal, pessoas jovens continuam perdendo a batalha para o vírus. Nesta...

Caixa vai permitir financiamento de casa via aplicativo

Clientes da Caixa Econômica Federal podem a partir desta segunda-feira, 19, contratar financiamento habitacional por meio de um aplicativo voltado exclusivamente para isso. De...

O novo amor de Fernanda Souza

A atriz Fernanda Souza divulgou que está namorando uma mulher, chamada Eduarda. A apresentadora compartilhou a informação com os seus seguidores nesta sexta-feira (22). “Somos muito gratas...

Mulher é presa após matar o marido em Canoas

Uma mulher foi presa acusada de participar da morte do próprio marido em Canoas. O crime aconteceu no bairro Niterói, em fevereiro.

UFRN terá aulas remotas durante ano letivo de 2021

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) aprovou na manhã desta quinta-feira, 5, o calendário acadêmico referente ao ano de 2021. Por...