Infuencer conta que recebeu ameaça de morte após acusar marido de violência doméstica

Sayma Alex acusa empresário Fernando Antonio Alex de tê-la expulsado do apartamento em que vivia com ele após a denúncia

Fernando Antonio Alex

Sayma Alex, que usou o seu Instagram para acusar o marido, Fernando Alex, de tê-la agredida fisicamente, contou em entrevista para QUEM que sofreu uma ameçada de morte do empresário após a denúncia. A influencer, de 24 anos, afirma que teme Fernando, de 63 anos, a mate.

“Ele me ameaçou desde postar fotos minhas nuas na rede social dele a me matar. Tenho medo sim de ser morta. Ele é muito perigoso”, contou ela, que enviou um print de uma conversa com Fernando, que exigia que ela saísse do apartamento que dividia com ele em Recife para não ser morta.

A morena, que vivia há um ano e um mês com o empresário em um apartamento em Recife, conta que após o fim da briga aproveitou a saída do marido para o trabalho para ir à 2° Delegacia de Polícia da Mulher de Jabotão, em Pernambuco. Quando voltou para o apartamento, a ex-mulher e filho do empresário teriam a arrastado para fora da residência.

“Ele foi trabalhar e me deixou sem carro. Então, não voltou mais para casa. Mandou a ex-mulher me tirar de lá com o filho. Eles me arrastaram, puxaram meu cabelo e disseram que eu tinha cinco minutos para desocupar o apartamento. Desligaram as câmeras e pegaram meu celular para eu não pedir ajuda. Só me entregaram quando eu saí do apartamento”, afirmou.

Segundo a influencer, esta foi a primeira violência física que sofreu do marido. Ela contou que na manhã da quarta-feira (8) foi abordada por Fernando enquanto tomava banho. Com ciúmes, ele teria a segurado forte pelos braços, a empurrado e desferido arranhões e chutes.

“A briga se deu porque fui tomar banho de manhã e ele veio me acusando que eu ia sair para rua para traí-lo. Me segurou forte pelos braços, me arranhou, empurrou… Depois deu chutes na porta, que eu estava segurando para me proteger. Os chutes me machucaram muito. Ele ainda quebrou um porta-retrato na minha mão. Nunca tive um amante enquanto estive com ele. O ciúme era doentio. Pegou meus celulares, a chave do meu carro e disse que eu ia andar a pé. Eu consegui trancar a porta do banheiro, mas meu nariz começou a sangrar muito”, relembra ela, que disse ter sofrido muitas agressões verbais durante a gestação do filho do casal, Pedro, de 5 meses.

“Agressão física foi a primeira vez, mas quase todos os dias sofria agressões verbais muito sérias. Várias vezes ele já quis me socar. Na gravidez foi quando mais sofri.”

Nascida em Tocantins, Sayma disse no boletim de ocorrência que não tem nenhum familiar em Pernambuco. Ela tem mais de 120 mil seguidores.

 

Últimas

Fernanda Torres relembra meme ‘totalmente drogada’ no Altas Horas

A Globo reprisou na noite de quinta-feira, 29, a edição do programa “Que História É Essa, Porchat?” em que Fernanda Torres relembra a sua...

Fiocruz prevê liberação gradual de vacina contra Covid e vê Brasil em posição privilegiada

A Fiocruz informou que o Brasil pode ser um dos primeiros países a receber a vacina contra a Covid-19. A instituição, que tem um...

Datena é hospitalizado após sentir dores no peito

Neste domingo (25), o jornalista e apresentador José Luiz Datena deu entrada no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, após sentir dores no peito....

Emissão de gases de efeito estufa cresce 9,6% em 2019

A emissão bruta de gases de efeito estufa cresceu 9,6% em 2019, o primeiro ano do governo do presidente Jair Bolsonaro. É o que...

Governador catarinense é alvo de mandados de busca em ação da PF

Suposta fraude na compra de respiradores por R$ 33 milhões motivou operação De acordo com a PF, cinco mandados de busca e apreensão...