Datena diz que sofreu bullying na infância: “Meu apelido era baleia”

José Luiz Datena abriu o coração nesta última quinta-feira (21/7), durante transmissão do Brasil Urgente. Um apelido que ele tinha na infância veio à tona e o jornalista escancarou o que sofreu. Após uma matéria exibida no programa, ele decidiu comentar a reportagem, como de costume, mas trouxe um detalhe de sua vida pessoal que nunca havia sido compartilhado antes com o telespectador. Um apelido vexatório em sua infância é uma cruz que ele carrega até hoje.

Datena iniciou puxando pela memória um outro caso. “Agora, vendo essa reportagem, eu lembrei do Gasolina. Não sei se ele foi preso ou estão procurando por ele. Mas esse apelido é porque ele queimava as vítimas”, iniciou ele, sobre o apelido dado a um criminoso.

Em seguida, ele assumiu que por ter sido uma criança acima do peso, sofria bullying constante de seus colegas e ganhou um apelido também. “Por exemplo: Meu apelido era baleia, por quê? Porque era gordinho, o que eu acho um absurdo. Sofria bullying por causa disso. Hoje, até emagreci pra caramba só para não me chamarem de baleia”, relatou o apresentador indignado.

Últimas

Bolsonaro sobre queda da gasolina: “No Nordeste está mais devagar”

Em agenda em Natal, Rio Grande do Norte, o presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a alfinetar os governadores nordestinos, por não cumprirem a determinação sobre redução...

Justiça condena cantora gospel que matou o marido a 19 anos de prisão

Tania Regina Venâncio, cantora gospel acusada de matar o marido em de setembro de 2013, na cidade de São Pedro, interior de...

Skank se despede de Brasília em show desta sexta (6/5)

No final de 2019, Samuel Rosa, Henrique Portugal, Lelo Zaneti e Haroldo Ferretti anunciaram que, após 30 anos, o Skank encerraria as...

How to successfully execute influencer strategies

His wherein male land form. Own whose they're gathered is let male kind from. A you'll life waters evening fly female won't...

Mundo pode ter aquecimento de 1,5°C até 2026, alerta ONU

emperatura média global pode ficar mais do que 1,5°C acima dos níveis pré-industriais nos próximos anos, diz relatório. Derretimento do gelo ártico...