SP teve desigualdade na fiscalização dos protocolos sanitários contra Covid-19

A comerciante Daiane Kuhl relata que nunca viu ninguém ser multado por não seguir os protocolos sanitários nas ruas do Centro de São Paulo. “Eu estou aqui no Brás toda terça-feira e nunca vi.” Preocupados com relatos como esse, a rede de Pesquisa Solidária, decidiu avaliar as ações de fiscalização da Prefeitura no enfrentamento à pandemia de Covid-19. Os pesquisadores encontraram dificuldades para obter informações sobre as ações dos fiscais. Eles recorreram à Lei de Acesso à Informação para requisitar os dados e só conseguiram um retrato parcial do trabalho realizado pelos agentes.

De acordo com o levantamento, foram 1.135 autos de infração entre o início da pandemia e a primeira semana de setembro — uma média de menos de sete violações por dia. A região da Sé, no Centro, foi responsável por por um quarto das infrações — enquanto os fiscais do Jabaquara não registraram nenhuma violação. De acordo com a pesquisadora Raquel Rachid, esse resultado indica a desigualdade na fiscalização. Para a empresária Albertina da Silva, o poder público falhou. A fiscalização no comércio deve ser feita pela Prefeitura, com apoio da Guarda Civil Metropolitana. Já o cumprimento do uso de máscaras nas ruas é de responsabilidade dos agentes sanitários estaduais e da Polícia Militar.

A Prefeitura de São Paulo esclarece que firmou protocolos para que os setores econômicos também fiquem responsáveis pela fiscalização. Os agentes das Subprefeituras verificam se os estabelecimentos excedem o horário permitido por lei e se estão disponibilizando mesas nas calçadas. Desde o início da quarentena, 1.246 estabelecimentos foram interditados por descumprirem as regras vigentes. O valor da multa é de R$ 9.231,65.

*Com informações da repórter Caterina Achutti 

Últimas

Fiocruz prevê liberação gradual de vacina contra Covid e vê Brasil em posição privilegiada

A Fiocruz informou que o Brasil pode ser um dos primeiros países a receber a vacina contra a Covid-19. A instituição, que tem um...

Falso delegado é preso em Nova Iguaçu

Flávio Yanoff Tsitsa, que se apresentava como o delegado titular da 58ª DP (Posse), Roberto Cardoso, acabou preso e autuado pelo crime de falsidade...

Instagram deve excluir perfil criado para proferir ofensas

A autora alegou ter sido vítima de ofensas e conteúdo inverídico, em perfil criado unicamente para ofendê-la e divulgar falácias sobre sua vida pessoal. O...

New data reveals huge people trust in influencers

His wherein male land form. Own whose they're gathered is let male kind from. A you'll life waters evening fly female won't...

‘A Fazenda 12’: Biel discute com Jojo após votação e diz que ‘racismo não é só do branco para o negro’

“A Fazenda 12” teve mais uma formação de roça agitada na noite terça-feira, 3, e um dos momentos que mais chamou atenção foi a...