‘Se Biden ganhar, governo de SP vai abrir um escritório nos EUA’, diz Doria

O governador de São Paulo, João Doria, afirmou em coletiva de imprensa nesta quinta-feira, 5, que o Estado de São Paulo abrirá um escritório nos Estados Unidos caso o candidato democrata Joe Biden seja eleito presidente do país. “Se houver a vitória de Joe Biden nos Estados Unidos, o governo do Estado de São Paulo vai abrir um escritório na América no ano que vem, é uma informação em primeira mão”, disse o governador, após anunciar para o mês de junho de 2020 a abertura de um escritório comercial do estado em Munique, na Alemanha. Até o momento, São Paulo tem dois escritórios internacionais no mundo: um em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, e outro em Xangai, na China.

Doria não deu detalhes sobre como a abertura de um escritório comercial do estado nos EUA ocorreria, mas falou sobre as diferentes expectativas para São Paulo, Brasil e América Latina caso o democrata seja eleito presidente. “Evidentemente vamos aguardar o resultado das eleições, mas antecipo que, se eleito for, Joe Biden terá uma outra visão em relação ao continente latino-americano. De forma mais integradora, ao meu ver”, disse. Para Doria, um dos pontos importantes da possível eleição de Biden é que “os Estados Unidos da América são um parceiro importante, é o segundo maior parceiro comercial do Brasil, o segundo maior parceiro comercial do estado de São Paulo. Poderemos com a confirmação da eleição de Joe Biden como presidente dos EUA fortalecer ainda mais essa relação e ao mesmo tempo retirar esse estigma de contrariedade em relação à China”, afirmou.

O sentimento de contrariedade em relação à China foi um dos motivos de trocas de farpas entre o governador João Doria e o presidente Jair Bolsonaro nas últimas semanas. Após o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, sinalizar a compra de 46 milhões de doses da Coronavac, vacina desenvolvida pelo Instituto Butantan com tecnologia chinesa no estado de São Paulo, o governador João Doria elogiou o esforço do presidente pelo “bem coletivo” nas redes sociais, o que gerou críticas de apoiadores. Após as críticas, o presidente voltou atrás e garantiu em entrevista exclusiva à Jovem Pan que não incluiria as vacinas chinesas no calendário de imunização brasileiro mesmo que elas fossem aprovadas pela Anvisa.

Últimas

A vida dura de Bia Doria

O suposto vídeo da suruba de João Dória é, na verdade, uma ilustração capciosa do quão difícil é a vida da mulher heterossexual de...

FRAUDE DA MERENDA: Desvios de Jairo Jorge, condenado a devolver R$ 750 mil, prejudicaram a alimentação de 30 mil crianças

Em números aproximados, a rede municipal de Canoas atende cerca de 30 mil alunos em suas escolas. E foi este o número...

Quais são as razoes para a falta de Containers no transporte marítimo e qual a solução ? Comenta o CEO da GES Logistics Frederico...

Redução natural do numero de containers disponíveis com a diminuição do comercio Global. Portos congestionados que afeta a rapidez na circulação dos containers disponíveis no...

Campanha alerta para risco de cirurgias plásticas com profissionais despreparados

O sonho da Rafaela Cavalcanti de fazer uma cirurgia plástica acabou se transformando em pesadelo. O procedimento feito por um profissional que não é...

Morre pai do cantor Léo Santana aos 68 anos

Lourival Cupertino de Santana, pai do cantor Léo Santana morreu na noite da última quinta-feira, 5, em Salvador, na Bahia. A informação foi confirmada...