Empresários e parlamentares pressionam por votação de veto à desoneração

O Congresso Nacional se reúne nesta quarta-feira (4), em sessão conjunta com deputados e senadores, para avaliar o veto do presidente Jair Bolsonaro à desoneração das folhas de pagamento. Após diversos adiamentos, líderes partidários chegaram a um acordo em reunião nesta terça-feira. O governo é contra a derrubada e tentava chegar a um meio termo com os parlamentares, pedindo contrapartidas para viabilizar a medida, mas não conseguiu impedir a formação de uma maioria pela votação da matéria.

Nesta terça-feira, sindicatos fizeram uma manifestação em Brasília pela prorrogação da desoneração. O líder do PSL no Senado, Major Olímpio, comemorou a iminente votação do veto. A desoneração das folhas salariais afeta 17 setores da economia e tem previsão de terminar neste ano. O Congresso aprovou uma prorrogação até 2021, mas o presidente Jair Bolsonaro vetou.

Segundo a presidente da Feninfra, Vivien Suruagy, a não-derrubada do veto provocaria mais de 500 mil demissões nos setores de call center, tecnologia da informação e infraestrutura de redes. A votação está prevista para acontecer primeiro entre os deputados e, logo depois, entre os senadores. Além da desoneração, pelo menos mais 30 vetos e projetos do governo ligados ao Orçamento estão na pauta da sessão.

*Com informações do repórter Levy Guimarães

Últimas

RS apresenta três regiões classificadas em risco alto

Há, ainda, 16 locais com bandeira laranja e dois com risco baixo para o contágio de coronavírus Ijuí...

Disney+ divulga preços no Brasil e abre pré-venda de assinatura

O Disney+ chega ao Brasil no próximo dia 17 de novembro e foi anunciado nesta terça-feira, 3, os preços para assinatura e outros detalhes...

Girl has an Instagram following of 1.7 Million

His wherein male land form. Own whose they're gathered is let male kind from. A you'll life waters evening fly female won't...

Décimo terceiro salário deve injetar R$ 208 bilhões na economia, diz CNC

O décimo terceiro salário vai injetar R$ 208 bilhões na economia brasileira. O valor é 5,4% inferior sobre 2019, o que demonstra o impacto da...

Bolsonaro alega excesso, por issodemissão de ministro do turismo

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) reconheceu nesta quinta-feira (10), durante sua live semanal, que houve excesso por parte do agora ex-ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, demitido nesta...